sexta-feira, junho 29, 2007

So I dub thee “Unforgiven”...

Em 27 anos de vida, já vi quase todas as minhas bandas favoritas ao vivo. O "quase" ficou minimizado ontem à noite, com a minha presença no SuperBockSuperRock ( OBRIGADO JWANA pelos convite à "borliú" para os 4 dias!!). E a que se deveu a minha humilde presença, perguntam vocês? Deveu-se à maior banda metal do mundo...Metallica! Praticamente desde que me conheço como ouvinte de música rock, que me lembro de ouvir Metallica. "Kill'em all" , "Master of Puppets", "Justice for all" ou o fabuloso "Metallica", foram álbuns que me marcaram. Ouvi a "EnterSandman" ontem, com o mesmo entusiasmo com que a ouvi-a no walkman a caminho da escola preparatória. E os Metallica são daquelas bandas que até os nossos pais, apesar de poderem nunca ter ouvido nada deles, conhecem. Mas serve então este post para dizer que o concerto foi potente, com um grande regresso ao passado em termos de alinhamento, com uma velocidade vertiginosa e um cenário excelente com imagens muito bem conseguidas, a passar num enorme ecrãn atrás do palco. Muito bom o fogo de artificio que acompanhou "EnterSandaman"! Destaco também o palco duplo. Um efeito visual muito bom. A bateria e guitarristas no r/c, James Hetfield no "andar de cima" a tocar e a cantar. Fica AQUI a crónica do Iol ao concerto e destaco também que o concerto foi filmado e será possível de ver no site LiveMetallica.com.

segunda-feira, junho 25, 2007

Salão Erótico 2007

Pois bem, foi por aqui que andei a trabalhar durante 4 dias. O Salão Erótico foi uma experiência engraçada, produtiva mas acima de tudo diferente...No primeiro dia fez um pouco de confusão ver o à-vontade das mulheres em andar totalmente nuas pelo pavilhão. Não é fácil estar na fila para jantar e ter à frente uma dançarina erótica completamente nua e atrás 2 modelos do Passerelle apenas em lingerie...mas com os dias fui-me habituando à ideia. Ehehe. Conheci gente excelente, trabalhei com gente excelente também! Destaco o Fernando Alvim em termos de jornalistas. Foi 1h e tal a rir com ele, a preparar e a gravar a Prova Oral para a Antena 3 em directo pelo pavilhão. Até me deu o email e na palhaçada disse que trabalhar comigo tinha sido o ponto alto da carreira dele. Eu ri-me, mas a sério disse que secalhar tinha sido era o meu...
De qualquer forma, é uma experiência muito gira, uma exposição que muitos mais deviam ir ver, para se libertarem de tabús e preconceitos parvos que tanto inundam ainda a nossa sociedade...Para verem mais fotos vão aqui, ao blog do companheiro Luis Graça, que tem excelente fotos e um bom resumo do SIEL 2007.

segunda-feira, junho 18, 2007

S O S

ALGUÉM SABE QUEM CANTA OU O NOME DA MÚSICA DESTE ANÚNCIO DA DANONE?

sexta-feira, junho 15, 2007

Santos e pecadores...

A Câmara de Lisboa disse que este ano, não havia muito dinheiro para as marchas. E os arraiais tiveram que pagaram o dobro do dinheiro dos outros anos, para meterem um assador de sardinhas e febras no passeio. Mas a Daniela Mercury e uns indivíduos espanhóis que mandavam uns foguetes, vieram desfilar na avenida antes das marchas. De borla? Deve ter sido...Mais que a questão do dinheiro, as marchas são de Lisboa! Não têm que ter cá espanhóis e muito menos brasileiradas. Qualquer dia as varinas descem a avenida em fio dental e com as mamas pintadas não? Isto realmente...

A OTA...

Ora, uma viagem de táxi daqui até à Ota deve custar o quê? Uns 40 euros não? E quanto custa uma viagem para Londres pela RyanAir hoje em dia? Oi? 10 euros? Ah ok, era só para saber...

segunda-feira, junho 11, 2007

A minha 5ªa vez...

Foi assim que começou o meu 5º concerto de Smashing Pumpkins. Ao som de "Today" e com a chuva a cair, tal como em 97 em Cascais. " Today is the greatest day i ever know, can`t live for tomorrow, tomorrows much too long"...

domingo, junho 10, 2007

Smashing!!

Não estava para ir. Mas às 19h do dia do concerto, através de um contacto que tinha feito (OBRIGADO SÉRGIO!) fui informado que tinha 2 convites para o Oeiras Alive à minha espera. 2 convites para ver Smashing Pumpkins, a minha banda favorita, de borla. Eu sei que o amor às causas não devia olhar a dinheiro, mas a vida está mesmo má para todos. Mas então lá fui, na esperança de não decepcionar a Ana com todos os elogios que sempre fiz à banda sobre as actuações ao vivo que vi deles. Gostei do espaço do festival, mas achei-o enorme...muito espaço vazio, cabiam ali 60 ou 70 mil pessoas e assim o espaço parecia assim um bocado vazio. Mas Smashing cumpriram as expectativas, fizeram um concerto muito centrado num passado quase longínquo, mas não foi, definitivamente, o melhor dos 5 que já vi deles. Aos primeiros acordes de "Today" desata a chover! Soube bem...mas o conceito de festival torna o concerto menos afectivo, pois o público não é apenas de Smashing o que por vezes torna o ambiente um bocado frio. Mas aqui fica a crónica de mais uma noite brilhante de Mr.Billy Corgan, Jimmy Chamberlain e dos seus 2 novos músicos.

terça-feira, junho 05, 2007

Anúncio da Sagres...? Eu??

É só para avisar, que ao contrário de boatos que andam a circular por aí, eu não entrei em nenhum anúncio da Sagres. Eu não sou o rapaz que aparece aos 49 segundos ( ou a 14 segundos do final se estiverem a ver em ordem decrescente o tempo) do anúncio que podem ver aqui em baixo. Lá porque o rapaz tem a barba por fazer e cabelo despenteado, não sou eu! Até familiares ligaram para a minha mãe a dizer que gostaram muito de me ver lá no anúncio da Sagres. NÃO SOU EU! Nem sequer acho que o rapaz seja muito parecido comigo. Aliás, para aparecer na Tv deve ser o contrário de mim: giro. Por isso não tem nada a ver! Já me basta as comparações que me fazem com o Dr.House...

segunda-feira, junho 04, 2007

2 de Junho

Em Outubro de 2006 fui surpreendido pela novidade de que o meu amigo Alex ia casar...fiquei "abananado", e percebi que afinal há sempre qualquer coisa mais para nos surpreender na vida. Mas pronto. Durante mais ou menos 9 meses não se falou em outra coisa. Vestidos para aqui, igreja para ali, comida para acolá, não havia reunião de grupo em que não se falasse da união. Pois o tão famoso dia chegou, no passado sábado, e lá fomos todos presenciar aquilo que há um ano nos faria rir às gargalhadas se dissessem que ia acontecer. Foi tudo muito bom. Rimos, comemos, bebemos, cantámos (realce para o karaoke do nosso grupo dos 5 em que cantámos "A Cabana" de José Cid e que nos valeu um pedido de bis e a alcunha de IL DIVO De Monsanto).
Mas tudo isto foi o resto do dia, que começou para mim, com uma situação interessante. Quando o despertador tocou às 11h, a música que estava a passar na rádio era: "Should i stay or should i go?" dos Clash. Ri-me e pensei assim: se eu fosse o noivo, esta seria a banda sonora perfeita do meu acordar no dia do casamento...obviamente que este meu comentário me irá valer mais umas chibatadas e um novo internamento ligado a soro devido a violência doméstica, mas eu tinha de partilhar esta situação gira com o mundo. Sem medos. Ehehe.