quinta-feira, maio 26, 2011

A Noite Passada 3 (25-05-2011)

A Noite Passada fui eu, foi ela, fomos nós...



Set List:
1- Kings of Convenience - me in you
2- Cat Power - Living Proof
3- Lou Rhodes - Why
4- Charlotte Gainsbourg - Heaven can wait
5- Nick Cave - Where the wild roses grow
6- Lisa MItchell - Neopolitan dreams
7- Suede - Saturday Night
8- Velvet Underground - Sunday Morning
9- Chris Isaak - Baby did a bad thing
10- Josh Rouse - come back
11- Beach House - Used to be
12- dEUS - Sister dew
13- Stateless - Bloodstream
14- John Legend - Baby don't
15- Jeff Buckley - Last goodbye

Também pode ser ouvido aqui

terça-feira, maio 24, 2011

Hipnótica - Fur

segunda-feira, maio 23, 2011

live @ estúdio



A gravar mais um " A Noite Passada "... e com imagens em directo para o blog...maravilhas das tecnologias...

sábado, maio 21, 2011

O definitivo..

Imagem trabalhada por: Filipe Teixeira

quinta-feira, maio 19, 2011

A Noite Passada 18-05-2011

E ontem, mais uma noite que passou...





SetList:
1- PJ Harvey - Good Fortune
2- Amy Winehouse - Love is a losing game
3- Fanfarlo - I'm a pilot
4- Feist - How my heart behaves
5- Blind Zero - Recognize (acústico)
6- Holly Miranda - Waves
7- Seu Jorge - O seu olhar
8- Marvin Gaye - What's going on
9- Thievery Corporation - Só com você
10- Aloe Blacc - You make me smile
11- Waterboys - She is so beautiful
12- Zero7 - destiny
13- Patrick Watson - Man under sea
14- Joy Division - Love will tear us apart

Caso não consigam ouvir aqui no blog, cliquem
AQUI

quarta-feira, maio 18, 2011

31

'A Noite Passada' para ouvir...


3h14...
Hoje foi um dos dias mais esperados dos últimos tempos. Mas por situações várias não o vivi como devia e acabei até por passar ao lado. Devido a motivos profissionais não ouvi o programa e ainda este estava a rodar nos vossos cpu's e estava eu a entrar em estúdio para gravar mais um. Só soube há 30 minutos, qual o programa que tinha sido escolhido para a estreia...Para quem não ouviu por alguma razão mas deseja ouvir, aqui fica em podcast. E isto irá acontecer todas as semanas aqui por estes lados. O AvaAdore, até existir um Myspace/anoitepassada, será o grande suporte e transmissor de mensagens do programa. Aos que ouviram, aos que me mandaram sms com a opinião, aos que aceitaram a aposta nesta ideia, ao MvdK que me atura semanalmente, ao Flip que está para redesenhar o logotipo (aquele vai ser mudado), a quem me 'perdeu' mais um bocado por causa disto(...), o meu absoluto obrigado pelo apoio e força apesar de tudo...
Aqui fica então o primeiro programa e com a promessa de que os gravados mais recentemente, estão bastante melhores (nas minhas intervenções, música, espero eu, tem qualidade) que estes primeiros que vão ouvir nas próximas semanas...
Até...

terça-feira, maio 17, 2011

Revista Semanal

Esta segunda apresentei pela segunda vez, a Revista Semanal do canal 'V', do MEO MOBILE e do OMNI Sports. Aqui fica o registo para a posteridade. O som ficou algo mal...mas percebe-se.

video

segunda-feira, maio 16, 2011

Rain

Hoje acordei ao som desta grande malha! E não é que às 19h30, reparo que os Cult tinham razão com o que anunciavam às 8h da manhã...

The Cult - Rain from Sermar on Vimeo.

Imagem

Esta imagem foi desenvolvida pela universidade, mas gostei...

sexta-feira, maio 13, 2011

Poema do Amanhecer
Que hoje o meu primeiro pensamento
seja como a luz branca da manhã
que envolve os picos
e as pontas da grama.
E faça amanhecerem as emoções.

Que nessa luz eu esteja.

Que hoje a minha intenção primeira
seja como a mão de Deus na estrada certa
ou bastão de pastor
na trilha verde.

E nessa mão me vejas.

Que hoje a minha sílaba primeira
não se abra em meu lábio,
e eu me cale.
Que nada te dirá mais que o meu beijo.

E que esse beijo eu seja.

Mário Cesariny - Poema do amanhecer

quinta-feira, maio 12, 2011

'A Noite Passada' para ouvir...



3h14...
Hoje foi um dos dias mais esperados dos últimos tempos. Mas por situações várias não o vivi como devia e acabei até por passar ao lado. Devido a motivos profissionais não ouvi o programa e ainda este estava a rodar nos vossos cpu's e estava eu a entrar em estúdio para gravar mais um. Só soube há 30 minutos, qual o programa que tinha sido escolhido para a estreia...Para quem não ouviu por alguma razão mas deseja ouvir, aqui fica em podcast. E isto irá acontecer todas as semanas aqui por estes lados. O AvaAdore, até existir um Myspace/anoitepassada, será o grande suporte e transmissor de mensagens do programa. Aos que ouviram, aos que me mandaram sms com a opinião, aos que aceitaram a aposta nesta ideia, ao MvdK que me atura semanalmente, ao Flip que está para redesenhar o logotipo (aquele vai ser mudado), a quem me 'perdeu' mais um bocado por causa disto(...), o meu absoluto obrigado pelo apoio e força apesar de tudo...
Aqui fica então o primeiro programa e com a promessa de que os gravados mais recentemente, estão bastante melhores (nas minhas intervenções, música, espero eu, tem qualidade) que estes primeiros que vão ouvir nas próximas semanas...
Até...

Alinhamento do programa 1:
1- Kele - Everything you wanted
2- Jamie Lidell - Multiply
3- Jose James - Beauty
4- Elliot Smith - Baby Britain
5- Aloe Blacc - Femme Fatale
6- Jesus and Mary Chain - April Skies
7- INXS - Beautiful girl
8- The Wallflowers - One headlight
9- Roxy Music - Jealous Guy (live)
10- Fiona Apple - To your love
11- Patrick Watson - to build a home
12- Au revoir simone - Sad song
13- Lou Reed - Modern Dance
14- Dave Matthews band - Say goodbye

quarta-feira, maio 11, 2011

ESTREIA HOJE

Imagem: Filipe Teixeira

A Noite Passada é o tempo dos beijos que não se deram. Das caras a quem sorrimos. Das pessoas que não se falaram. Dos olhares que não se roubaram ou que não se cruzaram como queríamos. Das mãos que não se entrelaçaram. Dos amores que não se viveram. Das bocas que se tocaram e das que não se tocaram. Dos bares a fechar. Do vento gélido de uma noite perdida ou esquecida.A noite que passou vive-se de forma que não foi prometida. A Noite Passada é...onde a paixão dança e o amor amanhece.
E assim foi A Noite Passada.
Até...

segunda-feira, maio 09, 2011

build a home

Quando era mais novo, a escrita era o meu refúgio. Linhas e linhas de desabafos. Era com cada linha do caderno que eu falava cada problema da minha vida. Com o passar do tempo, o caderno começou a ser substituído pelo computador. E pelo blog. E pela vida mesmo. Porque foi apenas com a própria vida que comecei a desabafar. No carro a conduzir sozinho e a falar como volante. Na rua a olhar para o chão e a pensar em tudo que se passa. Senti falta de escrever e acho que devo isto ao meu blog. Ao longo destes anos tenho sido fiel. Não me rendi a redes sociais e continuo a ter aqui o meu ponto de passagem apenas para quem quiser. Não gosto de obrigar ninguém a ver o que penso, o que digo, o que gosto, o que vejo. Prefiro que as pessoas se dirijam aqui por vontade e curiosidade própria. É mais recompensador. Mas hoje em dia ando destruído por dentro. A vida nem sempre é como queremos. Parece a mais básica das frases e secalhar até é. Mas também é muito verdadeira...
Reparo para mim mesmo que ando a ver a vida e o futuro a fugir-me debaixo dos pés. E às vezes nem dou por isso...São 3h03 da madrugada de domingo para 2ª. Entrei no trabalho pelas 15h e saí de lá era 1h30. E quando cheguei ainda vim trabalhar algumas coisas em casa. Aqui no mediaplayer rola a "build a home" da Cinematic Orquestra. Música triste, até deprimente, mas que é o que eu sou agora. Ás vezes não conseguimos ver como, pessoas que gostam de nós, nos querem apenas bem e aquilo que nos dizem é para nosso bem. Fazemos um esforço, tentamos, mas acabamos sempre por voltar para o nosso barco e deixar aquele porto de abrigo que nos podia dar a tranquilidade para a vida. Sinto que fiz isso. Sinto que fui algumas vezes ao meu porto de abrigo, um porto excelente, com tudo de bom, acolhedor, que me queria bem e me dava tudo para eu ficar, mas eu insisto em voltar para o barco. Em desaparecer por alguns tempos, em ir enfrentar tormentas, virar o barco, voltar a colocá-lo para cima, coisas que quando parto me parecem simples mas depois quando estou lá...pura e simplesmente pergunto se valem a pena. E fazem-me pensar no tal porto de abrigo que deixei. E no quanto esse porto sofre com a minha ausência. E no que faz sem mim lá. E se acredita que volto e que fico...ou há conformismo com a ideia de que a cada regresso, há uma partida de novo marcada...
A minha vida chegou a um ponto complicado. E percebi isso hoje. E porquê? Porque ando a viver a mil. Porque como alguém diz, tento apanhar este mundo e o outro e no fim, não tenho o meu mundo porque o vou perdendo aos poucos...se é que não o perdi mesmo. Não consigo entender se isto que faço é um erro, um esforço, um sacrifício, uma tristeza ou se é a minha luta, um exemplo, uma batalha para ganhar um guerra. Não sei...sei que neste momento ando há 4 dias a tentar tempo para sequer...fazer a barba. Sim, simplesmente fazer a barba... É sair de um lado, correr para outro, deitar, dormir umas horas, deixar dormir de manhã e ir a correr e começa tudo de novo...não há qualquer teatro nisto. É a minha vida mesmo. E por isso mesmo, não posso censurar quem me culpe da sua infelicidade, quem me culpe de não contribuir para uma melhoria de vida. Não posso censurar os meus amigos que mal me metem os olhos em cima. Os amigos a quem nego 5 vezes seguidas café porque...não tenho tempo. Os amigos que têm filhos e "ainda não vieste ver a bébe...". Os amigos com casa nova e que eu ainda nem sei onde é. Os amigos que não vejo há anos e a quem fiquei, há anos, de marcar café...Os que gostam de mim certamente que me perdoam, certamente que sabem esperar (e sabem) mas sei que faço falta...sendo que o que me assusta é que este ritmo avassalador me faz esquecer alguns, me faz faltar no apoio que secalhar até precisam por vezes. Mas não consigo ser diferente neste momento...a minha vida é isto. Em tempo passou pela minha vida uma pessoa que me dizia: "É mais fácil dizer 'não' a quem gostamos". Na altura, chocou-me ouvir isto e perguntava como podia ela dizer isto??? Hoje, percebo que havia ali alguma razão. Sem maldade e de forma quase inconsciente, acabo por ser igual a quem me dizia aquilo...e isso faz-me sentir mal. Mas ao mesmo tempo, sinto que não tenho armas para contrariar isto. Preciso continuar a lutar pelos meus sonhos, pelos meus objectivos porque sem isso, não sou nada. O problema é que sem quem mais me apoia e gosta, também não sou nada...e isso destrói-me! A balança mexe-se. E a opção tem sido uma e acabo sempre sozinho, a viver os meus dias e objectivos, mesmo que veja algumas coisas que me são tão importantes e valorosas na vida, a ruirem aos meus pés...
São 3h26...vou partilhar algo...

Fragile sea what have i seen
My life seems a failed fantasy
They grow and they change
But inside the dreams stay the same

So let´s have a dream we'll never seen
It's obscured and sad
The same as we

I had a reaction getting strong
of facked story gone

Inside we get, we feel
Another hero, still
I can deny my own dream
And run away with the sin

It's bad time to feel
All we lost is real
And now, i cant´t relate to my dreams


Impressionante como algo escrito há 12 anos, consegue ser tão actual...São 3h48.Esta noite abri um caderno que não abria há nem sei quantos anos...e saiu isto...

E assim foi A Noite Passada

O que é A Noite Passada?

O desafio foi lançado por alguém que acreditou em mim e um dia me disse: "Devias pensar em fazer algo por ti...ia fazer-te bem."
A minha primeira reacção foi negar. Dizer que não conseguia, que aquilo não era para mim, que eu não ia ter tempo e mais mil e uma coisas para me esquivar. Mas a ideia ficou cá. E ao fim de algum tempo avancei e perguntei se ainda podia fazer...A resposta foi positiva. E logo ali, no estúdio da UAL, quando tive que começar a pensar no tema, linha, conteúdo e nome do programa, decidi que se ia chamar A Noite Passada. Tinha que ser. E porquê? Porque é a minha cara. A noite que passou é tudo aquilo que não fui. Tudo aquilo que não vivi. Tudo aquilo que perdi. Que não tive e queria ter ter tido. É muito eu. E porque também é uma das minhas músicas preferidas das cantadas em português. E porque a noite passada foi...ontem, será hoje e vai ser amanhã.
Foram mais de 4 meses em gravações, erros, stresses, aprendizagem e algum segredo. Segredo porque não sabia, onde isto ia parar. Altura houve onde pensei desistir, pois não havia resultados 'visíveis'. Mas acabei por voltar sempre na semana seguinte. Às vezes às 21h, outras à 00h, umas vezes a acabar às 23h, outras às 2h30...mas o esforço está para ser recompensado. Cometi erros, tenho falhas nos primeiros programas, mas é com esses erros que aprendo e me motivo para esta semana, na próxima, daqui a duas, três, ser melhor do que sou esta 4ª feira quando o A Noite Passada estrear...
De início o mais complicado foi desfazer-me da ideia de que estava a fazer uma coisa ligada à rádio, num registo absolutamente diferente do que fazia na Estupidologia, mas...sem eles 3. E durante algum tempo, e inclusive cheguei a fazer um texto aqui onde assumi que ia bater asas e voar, atrofiei com a ideia de que os meus 3 companheiros de rádio não iam aceitar bem a ideia de eu me ter lançado sozinho num projecto. Erro meu. Sei que eles ficam contentes por mim e que não há porque misturar as coisas. A Noite Passada é o meu 'eu' mais escondido, o meu lado mais sóbrio, mais taciturno, mais intímo, mais romântico até...

A Noite Passada é o tempo dos beijos que não se deram. Das caras a quem sorrimos. Das pessoas que não se falaram. Dos olhares que não se roubaram ou que não se cruzaram como queríamos. Das mãos que não se entrelaçaram. Dos amores que não se viveram. Das bocas que se tocaram e das que não se tocaram. Dos bares a fechar. Do vento gélido de uma noite perdida ou esquecida.A noite que passou vive-se de forma que não foi prometida. A Noite Passada é...onde a paixão dança e o amor amanhece.
E assim foi A Noite Passada.
Até...

Horários do "A noite passada":

4ª feira das 23h à 00h.
Repetições: Sábado da 00h à 1h e 2ª feira das 3h às 4h da madrugada.

A noite passada vive-se todas as 4ªs feiras em http://radioautonoma.blogs.sapo.pt/

quinta-feira, maio 05, 2011

Hoje

No seguimento do post sobre o Benfica que coloquei aqui há dias atrás, e num dia que pode ser meio-histórico (para ser totalemnte histórico, só ganhando a final, caso chegue lá...), aqui fica o comentário do companheiro JB...

Na impossibilidade de comentar o texto do teu blog, que me comoveu por completo, presto-te aqui a minha simbólica homenagem. Ao ler cada palavra, ao som daquela música, fizeste-me recuar no tempo e recordar com enorme sentimento de nostalgia, momentos que ficarão para sempre na minha memória. Alegrias, tristezas, família, amigos... Benfica!Nós Somos Benfica! Orgulhamente ontem hoje e sempre!
Fizeste-me querer ir a Dublin sem olhar a adversários, porque no final seja qual for o resultado, sei que vai valer a pena!

É isso que nos faz ser Benfica e amar tanto este clube! É isso que nos diferencia!

Somos Benfica! E hoje vamos estar unidos a acreditar no sonho!

Vamos a eles!

E Pluribus Unum!

Viva o Benfica!

A Noite Passada, agora oficial...

Agora sim, 4 meses e tal depois, é oficial...o meu programa a solo, na Rádio Autónoma, vai para o ar na próxima 4ª feira às 23h...quando tiver mais tempo, darei mais desenvolvimentos...

Horários do "A noite passada":

4ª feira das 23h à 00h.
Repetições: Sábado da 00h à 1h e 2ª feira das 3h às 4h da madrugada.

A noite passada vive-se todas as 4ªs feiras em http://radioautonoma.blogs.sapo.pt/

Até...